regionais/rio-doce
notícias

Agenda de Convergência criada pela FIEMG une lideranças em prol do desenvolvimento regional

O Fórum das Entidades da Agenda de Convergência Rio Doce aconteceu no dia 19 de maio

A Regional Rio Doce da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) realizou no dia 19 de maio, o Fórum das Entidades da Agenda de Convergência Rio Doce. O evento reuniu no auditório da FIEMG, as principais lideranças empresariais e de entidades de Valadares, para apresentação dos grupos de trabalhos da Agenda de Convergência e as ações que estão sendo executadas, em prol do desenvolvimento da região.

A Agenda de Convergência do Rio Doce está sendo construída em um comum acordo entre as entidades participantes (FIEMG Regional Rio Doce, ACE/GV, CDL/GV, Sebrae, APARD, Sicoob Crediriodoce, Convention & Visitors Bureau GV, ASPI, Comtur/GV, UFJF Campus GV, OAB/GV, Conservatório do Desenvolvimento do Vale do Rio Doce, Circuito Turístico Trilhas do Rio Doce, Assedi, Sindcont/GV, SIM/GV, Sindal/GV, Sinvest/GV, Sinduscon/GV, Simeval/GV e Sinpac/GV), que definiram projetos estruturadores que visam acelerar o desenvolvimento do Vale do Rio Doce, divididos em três eixos ou grupos técnicos (GT): competitividade, infraestrutura e turismo.

 Segundo a presidente da FIEMG Regional Rio Doce e o Coordenadora da Agenda de Convergência Rio Doce, Rozâni Azevedo, o momento atual que vivemos foi fundamental para implantação da Agenda de Convergência. “Vivemos um momento crucial no Vale do Rio Doce, de termos medidas para impulsionar efetivamente o desenvolvimento. A agenda de convergência, nesse sentido, é um dos vetores para que isso aconteça. A Agenda não é da FIEMG. É de cada entidade que faz parte desta governança. Estamos trabalhando juntos para traçar estratégias e projetos comuns que visam acelerar o desenvolvimento econômico e social da região, especialmente, de Valadares”, disse. Azevedo ressalta que o objetivo é que a Agenda sirva de modelo sustentável e, para que isso aconteça é preciso que todos estejam engajados nesse projeto estratégico.

O chefe de gabinete da presidência da FIEMG, Antônio Marum, participou do evento e ressaltou a importância da união das entidades para buscar em conjunto ações de desenvolvimento para a região. “A Agenda está avançando. Eu acredito na união e nas iniciativas privadas para mudar os rumos desse país”, disse.

Os grupos de trabalho da Agenda de Convergência têm se reunido para definir estratégias e monitorar os projetos estruturadores dos eixos. Entre os projetos enumerados pelos grupos estão a duplicação da BR-381, trecho Belo Horizonte a Governador Valadares, revitalização do Distrito Industrial, adequação do aeroporto de Governador Valadares e melhorias no fornecimento de energia do Distrito Industrial, Programa de Competitividade Industrial Regional – PCIR, reformulação e realização da Expoleste, melhorias na ponte São Raimundo, adequar a infraestrutura para atrair o turismo no Pico da Ibituruna e suas imediações, implantação de ações em conjunto com a APARD para fomentar o turismo da pesca esportiva e turismo ecológico.

Além dessas ações, a Agenda de Convergência Rio Doce, está desenvolvendo duas campanhas: “Valadares destino Turístico”, que tem a finalidade de promover o turismo rural no Pico da Ibituruna, trilhas ecológicas no Parque Municipal, reativação dos esportes no rio Doce, turismo empresarial e valorização dos pontos turísticos da cidade. E a campanha “Valadares que dá Certo”, que tem o objetivo de valorizar as empresas e produtos locais, resgatando a autoestima dos valadarenses, apoiando ações que irão transformar a cidade em um lugar cada vez melhor para produzir e viver.

A Agenda de Convergência Rio Doce pode ser acessada por meio do link Desenvolvimento no site www.nova381.org.br ou diretamente por meio do site www.agendadeconvergenciamg.org.br