Se estuda no SESI, tem poder de escolha no futuro
notícias

Se estuda no SESI, tem poder de escolha no futuro

Aluno SESI-MG é aprovado em cinco universidades federais e muda completamente o curso de sua vida

Conquistar uma vaga em alguma universidade pública é o sonho de muitos estudantes do ensino médio. Imagine não só passar em uma, mas em cinco federais e poder mudar completamente os rumos de sua vida?

Isso aconteceu com João Marcos Silva Borges, de 19 anos, ex-aluno da Escola SESI São Gonçalo do Sapucaí. O jovem foi aprovado na Unicamp, USP e UFJF, para Engenharia Ambiental, e na UFMG e Unifesp, para Medicina.

Borges começou a estudar na Escola SESI São Gonçalo do Sapucaí aos sete anos de idade e conta que, no Ensino Médio, a possibilidade de fazer provas diárias o ajudou na conquista das vagas. “Do 1º para o 2º ano comecei a me preparar para o ENEM”, conta, garantindo que nos dias de prova não ficava nervoso. “Nunca tive nervosismo pré-prova, pois tive uma preparação tão boa, fiz tantas provas, que era só mais uma. Todo fim de semana fazia vestibular de uma faculdade diferente. Pesquisava no site da instituição, que eles disponibilizam provas antigas, baixava e fazia on-line”, explica.

A Rede de Escolas SESI-MG adota abordagem educacional STEAM, sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes/Design e Matemática - áreas de conhecimento que devem ser prioridade na formação e precisam ser trabalhadas de maneira integrada. Desta maneira, Borges, assim como os milhares de estudantes SESI, teve a oportunidade de explorar seu talento natural para as exatas.

Além disso, o jovem do Sul de Minas conciliava a teoria com a prática, ao optar por fazer o Ensino Médio SESI Integrado com o SENAI, cursando Eletrônica. Como resultado de tanta dedicação, Borges obteve a nota máxima no ENEM 2020 em Matemática e Suas Tecnologias: 975 pontos. “Sempre tive facilidade com exatas como um todo, mas matemática é meu ponto forte. Como meus pais são comerciantes, fui acostumado a fazer contas para dar trocos”, esclarece.

Mas, dentre tantas opções de universidades, qual delas Borges optou? Devido a pandemia, ele percebeu que poderia se dedicar a uma profissão que antes não estava em seus planos iniciais: a medicina. “A pandemia afetou muito a gente. Vimos que a saúde tem um lado humano muito importante. Eu prefiro exatas, mas o lado humano, a convivência e a empatia, são essenciais na manutenção da sociedade” justifica contando que a faculdade escolhida foi a UFMG, em Belo Horizonte.

Nas Escolas SESI-MG, o futuro é agora - Laboratórios de robótica, química e biologia, investimentos tecnológicos, como a Escola Microsoft, desenvolvimento de valores e virtudes e escolas com programa bilíngue. Nas Escolas SESI de Minas Gerais, o futuro é agora e já está acontecendo. A entidade investe para que seus alunos tenham acesso ao que existe de melhor em termos de tecnologia, infraestrutura e proposta educacional, para que eles possam traçar, com a segurança de quem está recebendo o melhor ensino, o próprio futuro.

Conheça o SESI-MG: https://www.sesimg.com.br/.