Por um ambiente de negócios mais livre e amigável em MG
notícias

Por um ambiente de negócios mais livre e amigável em MG

Guilherme da Cunha, deputado Estadual do partido Novo, apresenta projetos na FIEMG

O deputado Estadual do partido Novo, Guilherme da Cunha, foi o convidado da reunião do Conselho de Assuntos Legislativos, realizada de forma remota no dia 29/07. Cunha apresentou aos membros do Colegiado o projeto Frente Parlamentar pela Desburocratização, cujo principal objetivo é simplificar o ambiente de negócios para a retomada do desenvolvimento econômico do estado. “Sou um parlamentar absolutamente interessado em criar um ambiente de negócios mais livre e amigável em Minas Gerais”, afirmou o deputado. 

Para Cunha, o processo de desburocratização do estado mineiro perpassa por ouvir representantes do setor produtivo, como a FIEMG. “A Federação é um importante agente no desenvolvimento de Minas Gerais. Por isso é preciso ouvir seus representantes, que são quem sofre, na ponta, com a morosidade do estado”, disse afirmando ainda que é necessário a aprovação de leis que destravem a economia. 

O deputado também apresentou durante a reunião o projeto da Reforma da Previdência Mineira. “Atualmente é um dos projetos mais importantes em tramitação na Assembleia”, disse. Segundo Cunha, o déficit previdenciário de Minas Gerais é de R$19,2 bilhões e, deste valor, o setor produtivo paga grande parte. “A indústria paga, anualmente, R$24,6 bilhões em ICMS. Cerca de R$8 bilhões são destinados ao pagamento de aposentadorias”, explica, lembrando ainda que esse valor poderia ser destinado a projetos e programas que melhorassem o ambiente de negócios no estado, como obras de infraestrutura.

Segundo Cunha, para que o projeto de Reforma da Previdência Mineira seja aprovado, é necessário que a sociedade civil e grupos organizados se engajem. “ O setor produtivo também precisa aderir, senão teremos mais dificuldade na aprovação desta reforma”, finaliza. 
 

O Conselho de Assuntos Legislativos da FIEMG é um colegiado que tem por objetivo fazer a interlocução, junto aos parlamentares, em prol dos interesses do setor produtivo de Minas Gerais. Formado por membros das câmaras e conselhos da Federação, também tem como participantes, representantes de grandes empresas, como a Coca-Cola, Vallourec, CEMIG e MRV, dentre outras. O Conselho se reúne periodicamente e é presidido pelo empresário Marcos Vinícius Rocha Savoi.