“SINDIMIG para empresários”: com a participação de lideranças, evento mostrou as diversas áreas de atuação da FIEMG
notícias

“SINDIMIG para empresários”: com a participação de lideranças, evento mostrou as diversas áreas de atuação da FIEMG

Encontro teve como objetivo apresentar alternativas e contribuir para melhorar a competitividade do setor

Foto: Sebastião Jacinto Júnior

Em reunião que contou com a abertura do presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, Flávio Roscoe, empresários tiveram a oportunidade de conhecer o amplo leque de produtos e serviços oferecidos pela FIEMG para elevar o patamar da produção industrial no estado.

Falando da importância do associativismo, Roscoe lembrou que o tempo é um recurso escasso e o empresário precisa encontrar espaço em sua agenda para se dedicar a defender não só seus interesses como os de seu setor.

Mostrando a importância da participação sindical do empresário, Flávio Roscoe citou medidas em áreas que a FIEMG atuou e as medidas preservaram cerca de 12 milhões de empregos durante a pandemia.

Abrindo as portas da instituição para os empresários e pedindo o engajamento de cada um, o presidente afirmou: “Para qualquer problema que sua empresa tenha, a FIEMG encontra a solução”.

Na sequência, a assessora de Relações Sindicais da FIEMG, Laila Katina, mostrou as diversas possibilidades presentes no mercado. “Todos os nossos serviços e produtos foram pensados para atender aos associados. A força do associativismo e a interlocução fazem mudar o ambiente de negócios”, afirmou Katina. A assessora lembrou, ainda, que nos dias de hoje, não há como se esconder dos concorrentes, e é possível aprender com o outro e somar esforços para o crescimento em conjunto.

Falando das dificuldades trabalhistas e a importância da Convenção Coletiva de Trabalho para o setor, a advogada trabalhista da FIEMG, Luciana Charbel, lembrou das obrigações dos sindicatos e a necessidade de diálogo entre os sindicatos patronais e o de empregados.

Em outro momento importante, a advogada trouxe um tema em voga num ano eleitoral. “Existe uma possibilidade da revogação da Reforma Trabalhista, o que seria um retrocesso”, afirmou Charbel.

De acordo com a advogada da Gerência Tributária da FIEMG, Rita Eliza Reis da Costa Bacchieri, seria um desafio muito grande falar de maneira geral sobre os tributos para os empresários. A advogada pontuou que em cada negócio existe uma especificidade. Mas, lembrou que a FIEMG tem uma solução customizada para cada tipo de demanda.

Outo ponto fundamental tratado pela advogada foi deixar todo o corpo técnico especializado à disposição, seja para resolver uma necessidade na esfera municipal, estadual ou federal.

Já a advogada tributarista da instituição, Flávia Sales Campos Vale, falou do “Programa Imersão Indústria”. Foi lembrada a importância de as lideranças serem preparadas. “A ideia é fazer de Minas Gerais um polo de formação técnica de referência e qualidade para atrair pessoas de outros estados que hoje buscam o conhecimento em São Paulo e Rio de Janeiro”.

O gerente de Projetos para a Indústria, Thadeu Neves, explicou como funciona o “Programa FIEMG Competitiva”. “Estruturar projetos de acordo com as dores de cada empresa. Otimizar processos de produção e prestação de serviços, reduzindo custos, este é o nosso objetivo”, contou.

Em seguida, a analista de projetos, Jane Ramos, lembrou das dificuldades causadas pela pandemia. Oferecendo opções de estruturação financeira, a analista da FIEMG falou da importância do empresário se organizar em busca das melhores linhas de crédito no mercado. “Temos experts para atender cada um em sua necessidade. São muitos consultores altamente capacitados”, contou.

Mostrando toda estrutura que a FIEMG tem a oferecer, a agente de relações com o mercado, Marêssa Stehling, contou aos empresários como é possível usufruir de equipamentos de ponta, projetos de inovação, serviços tecnológicos, consultoria, ensaios diversos, calibração de instrumentos e capacitações específicas feitas por especialistas.

Para falar sobre crédito, a analista da Gerência de Economia/Acesso ao Crédito da FIEMG, Verônica Damasceno, lembrou que é fundamental para o sucesso dos negócios, estar atento a fatores “macro”. A analista apontou a Guerra na Ucrânia como um fator preponderante em muitos setores. Mostrando as diversas linhas de crédito disponíveis no mercado, Damasceno deu exemplos, ilustrando como a equipe da FIEMG consegue fazer o detalhamento, identificando qual a melhor alternativa para sucesso do negócio.

Mostrando números expressivos que destacam o aumento no lucro do SICOOB/CREDIFIEMG, na gestão de Flávio Roscoe à frente da instituição, o gerente geral, Humberto Mafra Almeida, tocou num ponto central na hora de oferecer crédito ao empresário: a transparência para apresentar um produto que atenda às reais necessidades do cooperado.

De acordo com o gerente de operações SESI/SENAI, João Tomas da Silva Junior, existem cursos dos mais diversos tipos para serem ofertados: curto, médio e longo prazo – baixa, média ou alta complexidade. Tudo adaptado para atender a todos. Seja à distância, presencial ou híbrida.

O diretor técnico do SEBRAE/MG, João Cruz, mostrou o que a instituição tem a oferecer. Com a capilaridade de estar presente em todo o país e o propósito de transformar vidas, dando suporte aos pequenos negócios -, que faturam até 400 mil reais por mês. Entre as diversas ações, destaque para a promoção eventos que buscam a melhoria do ambiente de negócios e o suporte no caminho para o financiamento de projetos.

Encerrando o encontro, o presidente do Sindicato das Indústrias de Instalações Elétricas, Gás, Hidráulicas e Sanitárias no Estado de Minas Gerais (SINDIMIG), Sérgio Tavares, lembrou que todos os programas e serviços oferecidos pela FIEMG, SEBRAE e SICOOB trarão grande interface e integração para as equipes e empresários do sindicato. Por fim, agradeceu a presença de todos.

Confira as fotos do encontro.

Guilherme Bernardes

Imprensa FIEMG