Produção e emprego crescem em maio
notícias

Produção e emprego crescem em maio

Estudo aponta que, pela 24ª vez consecutiva, os industriais mineiros mostraram perspectivas positivas quanto à demanda

A Sondagem Industrial de Minas Gerais registrou elevação da produção, o que já era esperado, considerando que maio é um mês com maior número de dias úteis que abril e os dados não passam por ajuste sazonal. O emprego mostrou o quarto crescimento no mês. A utilização da capacidade instalada permaneceu abaixo da habitual para maio, mas aproximou-se da usual para o mês e ficou acima da sua média histórica. As indústrias voltaram a registrar acúmulo de estoques de produtos finais, sugerindo que a demanda foi inferior à esperada pelos empresários.

Pela 24ª vez consecutiva, os industriais mineiros mostraram perspectivas positivas quanto à demanda, à compra de matérias-primas e ao número de empregados nos próximos seis meses. As intenções de investimento cresceram e foram as mais elevadas para junho desde o início da série histórica do índice.

A normalização das atividades, após o período mais intenso da pandemia de Covid-19, vem sendo fundamental para a manutenção do otimismo dos empresários. Entretanto, o cenário econômico segue bastante desafiador, tendo em vista a inflação, a alta dos juros, a lenta recuperação do mercado de trabalho e a continuidade dos gargalos associados à falta de insumos para setores industriais importantes. 


A amostra, que é uma realização da gerência de Economia e Finanças Empresariais da FIEMG, foi realizada no período de 1º a 9 de junho, com 55 grandes empresas, 49 médias e 60 pequenas empresas.

Confira a Sondagem Industrial de Minas Gerais completa neste link.


Denise Lucas
Imprensa FIEMG