Alunos do SESI MG brilham no maior concurso mundial de matemática
notícias

Alunos do SESI MG brilham no maior concurso mundial de matemática

Dos quase 10 mil estudantes da rede que participaram da competição, 11% são premiados com medalhas de ouro, prata, bronze e menção honrosa

Os alunos do SESI MG brilharam de forma especial na edição do Concurso Canguru 2022, considerada a maior competição de matemática do mundo. Em meio aos 6 milhões de inscritos, de escolas públicas e privadas de 80 países, 11% (1.109) dos 9.892 estudantes do SESI MG que participaram foram premiados com medalhas de ouro, prata, bronze ou menção honrosa.

“A questão da matemática está no DNA do SESI, sempre foi muito trabalhada nas nossas unidades, temos um número grande de alunos que fazem engenharia ou outros cursos voltados para novas tecnologias, é um investimento a longo prazo do SESI”, pondera Wadiswava Dominick Figueiredo, analista de Projeto Educacionais no Centro de Inteligência Pedagógica do SESI MG.

Raciocínio lógico

Ela explica que é uma prova que avalia mais a questão do conhecimento matemático e o raciocínio lógico do aluno. “A gente tem dentro da Rede SESI um incentivo à participação dos alunos, não são no Concurso Canguru, mas também em outras olimpíadas de conhecimento”, reforça Figueiredo.

Em sua avaliação, o concurso é uma oportunidade de o estudante se aprofundar em matérias do seu interesse, abre portas, acaba dando ao aluno um status maior, enriquece seu currículo e, consequentemente, melhora o rendimento escolar. “Mesmo com a pandemia, sendo aplicado on-line, tivemos um aumento considerável de alunos premiados”, comemora, lembrando que em 2018 foram 582 os agraciados do SESI MG.

Gerente de Educação Básica do SESI MG, Karla Vignoli diz que os alunos relatam que não é uma prova chata de fazer, que avalia raciocínio lógico e resolução de problemas, envolvendo números, álgebra, geometria e lógica. E são aplicados seis níveis de prova, segundo ela, do nível B ao F, começando por alunos do terceiro ano do ensino fundamental.

Nepomuceno é destaque

O SESI de São João Nepomuceno foi o grande destaque da rede, com a conquista de 10 medalhas de no Concurso Canguru deste ano. Coordenador da Área de Olimpíadas e professor de matemática da unidade, Rangel Zignago relata que o Canguru apresenta problemas que levam os alunos a serem desafiados, com estratégias diferentes das comumente propostas em sala de aula. “O que a gente percebe é que os alunos que são engajados nessas competições ampliam seus conhecimentos, aprendem a trabalhar gestão do tempo e resolução colaborativa dos problemas, por exemplo. Na preparação para o concurso, a gente monta grupos de estudos, faz treinamento em equipe”, explica.

Medalhista sonha alto

Um dos medalhistas de ouro do SESI Nepomuceno no Concurso Canguru 2022 é Pedro Siqueira Loures, de 16 anos, aluno do segundo ano do ensino médio. E ele não é iniciante nesse tipo de conquista. Neste ano mesmo, já angariou medalha na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). “Gosto bastante de matemática. Acho que a matemática desse concurso, pode facilitar muito a sua vida, e é uma matemática diferente da matemática da escola. Na escola, a gente decora as fórmulas e aplica novamente em um problema. No Concurso Canguru, você tem que pensar fora da caixa. Tem que tirar as suas próprias conclusões sobre um problema, muitas vezes, sem fórmula, apenas usando seu raciocínio lógico”, ensina ele.

“Isso é muito importante na vida, porque você vai ter a capacidade de pensar, não só repetir uma fórmula, mas desenvolver a habilidade de demonstrá-la e saber porque as coisas funcionam do jeito que funcionam”, considera o adolescente, que quer seguir uma profissão na área de matemática, pretende fazer engenharia, estudar para ingressar no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos (SP).

 Canguru-arte.png

Luisana Gontijo

Imprensa FIEMG