Sinduscon-Norte entregou prêmio aos vencedores do 1º Sindusconsciente
fiemg
notícias

Sinduscon-Norte entregou prêmio aos vencedores do 1º Sindusconsciente

Prêmio foi criado para destacar as boas práticas ambientais adotadas na construção civil

Vencedores do 1º Prêmio Sindusconsciente

No mundo globalizado, onde a palavra de ordem é a preservação do meio ambiente, o uso eficiente de recursos naturais e a gestão responsáveis de resíduos na construção civil é uma preocupação que orienta todas as etapas de uma obra.

Para refletir sobre essas boas práticas relacionadas ao meio ambiente, o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Norte de Minas (Sinduscon-Norte), com apoio da FIEMG, criou o prêmio Sindusconsciente, visando premiar e reconhecer o trabalho das empresas que adotam eficientes práticas de gestão ambiental em suas obras. As práticas adotadas formarão um banco de dados que, futuramente, servirá de meio de pesquisa para empresas da construção civil e de exemplos de preservação do meio ambiente em construções sustentáveis.

Os vencedores dessa primeira edição do prêmio, foram conhecidos na noite de quinta-feira, 30 de junho, em cerimônia realizada no auditório da Regional Norte da FIEMG, que contou com a presença de diversas autoridades, entre elas o vice-prefeito de Montes Claros, Guilherme Guimarães, o ambientalista e secretário Municipal de Meio Ambiente de Montes Claros, Sóter Magno, a superintendente Regional da SUPRAN, Mônica Veloso, a supervisora do IEF no Norte de Minas, Margareth Suely Caires, e o gerente Regional Norte do SEBRAE, Jadilson Ferreira.

Vencedores

Empatadas em 3º lugar, ficaram as empresas: 

Construtora Cosmos, que concorreu com um projeto de educação e conscientização ambiental no canteiro de obras a partir de pequenas práticas como reciclagem, coleta seletiva e reaproveitamento de matéria-prima; e a Norton Engenharia, que apresentou o projeto de utilização de uma argamassa polimérica Biomassa em substituição a argamassa de levante convencional.  A Biomassa já vem uma embalagem pronta para uso, em forma de bisnaga, sendo necessário apenas cortar e aplicar os cordões e em seguida assentar os tijolos. Não é necessária a adição de nenhum agregado ou água.

Em 2º lugar ficou a Construtora e Incorporadora Aragão – com o projeto de instalação  de equipamentos para geração de energia solar nas residências e criação de reservatório subterrâneos para armazenamento e posterior reaproveitamento da água da chuva.

A vencedora foi a Empominas Construtora e Incorporadora Ltda, com os projetos coleta seletiva de material durante a execução da obra,  processamento e reaproveitamento de entulho,  implantação de coleta seletiva no edifício Platino e projeto de drenagem pluvial com alimentação de lençol freático.

O presidente do SINDUSCON-Norte, Osmar Geraldo Rêgo Cunha, destacou a importância do prêmio que, para ele, "representa um marco na história do Sindicato da Construção Civil do Norte de Minas, sendo uma semente de sustentabilidade que está sendo plantada para gerações futuras e que poderá mudar a história da construção civil no Norte de Minas". 

O vice-presidente Regional Norte da FIEMG, Adauto Marques, ressaltou a importância de reconhecer as práticas ambientais praticadas pelas empresas da construção civil, considerada umas das maiores poluidoras do planeta, mas que tem se preocupado em mudar esse cenário, mostrando que a preservação do meio ambiente passou a ser importante no segmento empresarial. "As lições das empresas vencedoras desse primeio prêmio Sindusconsciente, são importantes, pois ensinam a construir o presente e a moldar um futuro sustentável para as próximas gerações", pontuou Marques. 

Já o vice-prefeito de Montes Claros, Guilherme Guimarães, que é também ligado so setor da construção civil, parabenizou o SINDUSCON pela iniciativa que, segundo ele, "mostra o quanto o segmento despertou para a preocupação com a preservação do meio ambiente".

As empresas vencedoras receberam uma placa comemorativa, certificado e uma hospedagem, com acompanhante, em um hotel fazenda próximo a Montes Claros.

Rosangela Silveira
Imprensa FIEMG