Mais celeridade na certificação de fogos de artifício
ciemg
notícias

Mais celeridade na certificação de fogos de artifício

SENAI Santo Antônio do Monte é a primeira instituição habilitada, em Minas Gerais, a emitir certificados de conformidade para o produto

Os chamados Produtos Controlados pelo Exército (PCE), entre eles armas de fogo, munições, fogos de artifício e coletes balístico, dentre outros, precisam, para serem fabricados e comercializados, de uma avaliação e do certificado de conformidade emitido por Organismos de Certificação de Produtos (OCP).  Minas Gerais agora conta com o primeiro OCP aprovado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), para realizar a certificação de fogos de artifício.

SENAI Centro Tecnológico em Pirotecnia Oscar José do Nascimento, que fica em Santo Antônio do Monte, foi recém habilitado para realizar a certificação de produtos de todo o país. Além de Minas Gerais, existem mais sete OCPs no Brasil, cinco em São Paulo e dois no Rio de Janeiro.  

thumbnail_Foto-SENAI-de-frente-1.png

Segundo Rodrigo de Sousa Tomaz, gerente da unidade, o processo de certificação acontece por meio da solicitação do fabricante ou importador. "Somos responsáveis por verificar toda a documentação referente ao produto e definir os ensaios que serão realizados. Após a realização destes ensaios, analisamos os resultados e emitimos o Certificado de Conformidade”, explica o gestor, pontuando que ter um OCP em Minas Gerais trará mais celeridade na certificação dos fogos de artifício. "Antes, o processo de certificação poderia durar até um ano. Agora, este tempo foi reduzido para aproximadamente 45 dias”, afirmou, lembrando que a cidade de Santo Antônio do Monte é um grande polo na produção de fogos de artifício. "Temos no município 66 empresas do setor, sendo que 21 empresas são associadas ao Sindicato das Indústrias de Explosivos no Estado de Minas Gerais (SINDIEMG), filiado à FIEMG”, afirmou.  

O SENAI Centro Tecnológico em Pirotecnia Oscar José do Nascimento é uma referência na região do centro-oeste mineiro ao oferecer para o setor industrial serviços como Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA), Ensaios Metrológicos, Análises de Solo e Consultoria para Atendimento de Legislações, dentre outros. “O credenciamento da unidade como um OCP foi uma grande conquista para o estado e irá impulsionar, ainda mais, o desenvolvimento da região”, celebra Tomaz.   

thumbnail_P1010031.jpg